O de Corumbá, Marcelo Iunes (PP), disse que foi “pego de surpresa” com a Operação Esculápio da Polícia Federal nesta sexta-feira (19). A operação tem como alvo 11 servidores municipais da Saúde, por fraudes no ponto eletrônico.

Conforme o prefeito, ele não estava sabendo das ocorrências. “Me pegou de surpresa”, declarou. Ainda segundo Iunes, a secretária de Saúde, Beatriz Assad, já foi acionada por ele para tomar as providências necessárias.

Assim, esses servidores também devem ser investigados internamente e podem ser demitidos.

Operação Esculápio

A Polícia Federal identificou 11 servidores da Saúde do município que fraudavam os pontos eletrônicos. Assim, não cumpriam a carga horária contratada pela Prefeitura Municipal.

Em alguns casos, o profissional da Saúde ficou na unidade do Centro Municipal de Especialidade Odontológica por apenas 5 minutos. Além do prejuízo causado à população, pelo atendimento, também foi estimado um prejuízo aos cofres públicos de R$ 6 milhões.

Na ação, cujos mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Corumbá, foram sequestrados bens móveis avaliados em R$ 1.500.00,00 e bens avaliados em R$ 5.000.000,00.

Os investigados poderão responder por , peculato e peculato eletrônico. Não há até o momento a informação se os servidores são comissionados ou concursados.