O prefeito de Rio Brilhante, Lucas Foroni (MDB), procurou a delegacia para registrar boletim de ocorrência, após ser perseguido em rodovia por um servidor público exonerado. O incidente ocorreu no dia 12 de abril, mas só tomou notoriedade nesta segunda-feira (20).

Conforme o boletim de ocorrência feito pelo prefeito, ele seguia sentido Rio Brilhante a Maracaju, quando percebeu que um veículo podou um caminhão em alta velocidade e começou a segui-lo, quase encostando em seu carro.

Ele conta que o ex-servidor chegou a seguir seu carro em uma velocidade de 120 quilômetros por hora, ameaçando jogar o veículo em cima de seu automóvel, fazendo manobras na pista. Depois, parou ao seu lado e começou a fazer gestos obscenos. Após alguns quilômetros, o homem retornou para a cidade e, então, o prefeito seguiu viagem.

Segundo Lucas Foroni, ele e o rapaz nunca se desentenderam, porém, recentemente ele exonerou o autor após falha grave apurada por comissão processante do município e que, desde então, vem sofrendo ameaças.

A equipe de reportagem procurou o gestor para entender o caso, mas até o fechamento desta matéria não obteve respostas. No entanto, o material segue aberto para modificação assim que emitido posicionamento.