Manifestantes usam um boneco gigante do ex-presidente e bandeiras do Brasil, para protestar contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que nesta sexta-feira (12). Eles afirmam ser contrários ao governo atual e protestam na BR-060, em frente à unidade do frigorífico JBS.

O boneco inflável de 10 metros mostra imagem do ex-presidente Jair Bolsonaro, com a faixa presidencial, óculos escuros e gesto com as mãos como se segurasse uma arma de fogo. Equipe e o deputado estadual João Henrique Catan (PL) estão responsáveis pelo boneco.

Perto dali, um homem esticou uma bandeira do Brasil do seu tamanho, também em protesto contra o presidente Lula. Vários militares da Polícia Militar e Federal estão no local e próximo aos manifestantes.

O presidente, acompanhado da equipe técnica e de autoridades, cumpre agenda no frigorífico JBS, onde acontecerá o primeiro embarque de carne bovina para a China, após habilitação da unidade.

Manifestante com bandeira (Foto: Alicce Rodrigues, Midiamax)

Boneco inflável tem histórico de polêmico

O boneco inflável do ex-presidente Jair Bolsonaro, usado como forma de protesto pelo deputado João Henrique Catan (PL), tem histórico polêmico que envolve determinação judicial durante a campanha eleitoral.

Em setembro de 2022, a Justiça determinou busca e apreensão do boneco gigante de 10 metros do presidente Jair Bolsonaro (PL), que está em comitê político em Campo Grande.

Em publicação do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de ), o juiz determinou busca e apreensão do “boneco inflável do candidato a Presidente da República Jair Bolsonaro, que, em tese, encontra-se no endereço do Comitê de Campanha do João Henrique [Catan]”.