Pelo visto, 2024 deve ser agitado na política. Além das eleições municipais, que já estão ‘balançando' o cenário político local, o ano também não descarta a possibilidade de receber a visita do Presidente da República, Luiz Inácio da Silva (PT), e do ex-presidente Jair .

Apesar de não ter data definida e mesmo depois de Lula ainda não ter visitado o Estado nem durante a campanha eleitoral de 2022, em 2024, existe a possibilidade do presidente cumprir agenda no interior de Mato Grosso do Sul para visitar as obras da , em Porto Murtinho.

A ponte e a chamada Rota Bioceânica ligará Brasil e Paraguai, a partir de Porto Murtinho, e Carmelo Peralta, no país vizinho. Na última semana, o presidente do Paraguai, Santiago Peña, esteve no Brasil em encontro com Lula no Palácio Itamaraty. O líder paraguaio recebeu convite para visitar Mato Grosso do Sul e conhecer as obras da Rota Bioceânica.

“Convidei o companheiro Santiago Peña para que a gente possa fazer conjuntamente uma visita em Porto Murtinho, para que a gente possa visitar a chamada ponte da integração”, afirmou Lula.

A última vez que Bolsonaro esteve em Mato Grosso do Sul foi durante a campanha presidencial que perdeu em 2022. Lideranças do partido liberal dizem que o ex-presidente visita o Estado durante um evento de filiação do partido.

A visita de Bolsonaro é organizada pelo presidente do PL-MS, o deputado federal Marcos Pollon. “A gente está organizando a agenda, ainda não tem uma data específica”, afirmou o parlamentar ao Jornal Midiamax.

Segundo o presidente do PL-MS, a visita acontecerá após organização da legenda, para maior proveito do ex-presidente Bolsonaro. “O PL é um partido em construção no Estado, então estamos organizando primeiro todas as comissões provisórias do interior”.

Pollon explicou ao Midiamax que os integrantes do partido convidaram “todas as lideranças de direita do estado para estarem no PL. Quando terminarmos no interior vamos começar a organizar em Campo Grande. Vamos começar a tratar das pré-candidaturas para que a visita do presidente seja bem proveitosa”.

Por fim, reforçou que “as conversas estão bem encaminhadas” no interior do Estado. Pollon afirmou que irão para tratar com Bolsonaro os nomes dos pré-candidatos e organizar a visita em MS para as Eleições de 2024.