Entre um resumo de sessão ordinária e outro, a de divulgou portal de conteúdo pornográfico no site oficial da Casa de Leis. Com link para ‘fotos e vídeos’ de conteúdos adultos, o artigo descreve como o usuário pode usar a plataforma de camgirls.

Com texto em espanhol, o artigo diz logo no começo que “se alguém quiser assistir a um vídeo, precisa acessar o portal”. A espécie de publicidade foi publicada em 22 de fevereiro.

Apesar de cadastrada com autoria da Municipal de Iguatemi, o presidente da Casa, vereador Genésio Neto (), afirmou que se trata de uma publicação de .

“Não é de nossa autoria essa publicação, tivemos problema com hacker recentemente. Vamos verificar isso”, explicou ao Jornal Midiamax nesta terça-feira (27).

Após a reportagem do Jornal Midiamax entrar em contato com a Câmara para posicionamento, o conteúdo foi retirado do ar. O presidente da Casa não informou desde quando sofrem com ataques hackers.