O prefeito de Corumbá, Marcelo Aguilar Iunes (PSDB), se pronunciou após o sobrinho, Guilherme Garcia Iunes, de 26 anos, ser preso por tráfico de drogas, nesta quinta-feira (11). Chefe do Executivo diz que o parente vai precisar arcar com os atos.

“Não estou na cidade e fiquei sabendo ontem à noite. Se fez essa besteira, vai precisar pagar conforme a justiça determinar. Infelizmente, não posso fazer nada. É sangue do meu sangue, filho do meu irmão, mas é vacinado e sabia que estava errado”, disse.

Marcelo diz que tem três filhos que ainda são crianças e ressalta que sempre vai ser contra as drogas. “Somos sete irmãos e fomos ensinados por nossos pais que isso era errado. Nunca nem lança-perfume usamos na vida. Tenho três filhos e sempre serei contra essa coisa”.

Preso por tráfico de drogas

Guilherme foi preso em flagrante por tráfico de drogas na tarde de quinta-feira (11) pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). O rapaz estava com 10 quilos de maconha boliviana – que tem alta concentração de THC, conhecida como ‘skunk’ – além de 2,5 quilos de pasta base e cocaína.

Sobrinho do prefeito e filho do ex-secretário Municipal de Gestão e Planejamento, Eduardo Iunes. Guilherme estava viajando em um carro de aplicativo, que acabou abordado pela PRF no trecho conhecido como ‘Lampião Aceso’.

Quando a polícia encontrou a droga na bagagem de Guilherme, ele acabou preso em flagrante. Já o motorista e outro passageiro foram liberados para seguir viagem, conforme o MS Diário.

(Texto com Renata Portela).