Diante da onda de casos de violência em escolas no Brasil, duas propostas entram em discussão na de vereadores. Uma defende a instalação de câmeras de monitoramentos nas unidades da rede municipal de ensino. Enquanto outra pede uma audiência pública para debater o assunto.

A proposta de monitoramento foi apresentada pela vereadora Liandra (PTB), que encaminhou indicação ao executivo municipal, durante sessão realizada na segunda-feira (10), solicitando a instalação de câmeras de vigilância eletrônica em todas as unidades.

Segundo ela, a medida irá permitir uma melhor dos inspetores, que orientam e disciplinam os alunos, além de auxiliar os agentes da Guarda Municipal, na área externa das escolas.

“Em meio aos que têm causado muita preocupação a todos nós quanto comunidade, precisamos colocar em prática todo e qualquer ordenamento que estabeleça segurança aos filhos e alunos de nossa cidade”, justifica a vereadora.

Já a audiência pública foi solicitada pelo vereador Mauricio Leme (PSB). Segundo ele, objetivo é contribuir para a formulação de políticas públicas, com o intuito de aprimorar a segurança nas escolas.

“Serão convidados para falar sobre o tema, como professores e diretores de escolas, pais de alunos e estudantes, especialistas em segurança pública e segurança escolar, policiais e membros das forças de segurança, além de representantes do poder executivo”, explica Lemes.