Tomou posse na sessão da noite de segunda-feira (20) o suplente Edson Córdoba Iturbe, o Edinho (MDB), na Municipal de . No início do mês, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cassou a chapa do PSDB por fraude da cota de gênero.

Com isso, o vereador Marcelo Gargantine Marques, o Dr. Marcelo Veterinário (), perdeu o mandato.

“Não vim por esta cadeira, mas para somar. Quero trabalhar por todos os tacuruenses e ser parceiro dos senhores”, destacou no discurso de posse.

Após a recontagem de votos das eleições municipais de 2020, a 33ª Zona Eleitoral apontou Edinho como novo vereador. Intimada, a Casa deu posse ao emedebista ontem. É o retorno de Edinho ao Legislativo, que tinha sido eleito em 2016 pelo PR, atual PL.

O TSE reformou decisão do (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) e seguiu parecer da Procuradoria Eleitoral do MPF (Ministério Público Federal). O PSDB apresentou candidatura fictícia de mulher apenas com a finalidade de cumprir a cota de gênero.

A fraude teria sido caracterizada após uma candidatura não obter votos, não realizar atos de campanha e concorrer contra o próprio filho. Os demais ministros da corte seguiram o entendimento do relator Carlos Horbach e votaram para cassar toda a chapa.