Um pequeno grupo ligado de sem-terras tentou ocupar a da família da senadora (PP-MS), localizada em Terenos, a 25 quilômetros de Campo Grande, na madrugada deste domingo (30). Ato ocorreu após promessa de ocupação de territórios em Mato Grosso do Sul.

No entanto, grupo se retirou ainda pela manhã de forma pacífica e sem intervenção da Polícia Militar, conforme comunicou a assessoria de imprensa da senadora.

Invasões em Mato Grosso do Sul

A FNL (Frente Nacional de Lutas Campo e Cidade) ocupou a Fazenda Fernanda, localizada em Japorã, em fevereiro, onde se envolveu em conflitos com fazendeiros, e prometeu novas invasões de terras em Mato Grosso do Sul.

“Vamos retomar a luta em MS. O vermelho foi o início”, afirmou o coletivo de comunicação da Frente ao Jornal Midiamax.

Carnaval Vermelho

Mato Grosso do Sul é um dos 10 estados em que a FNL realizou ações do ‘Carnaval Vermelho’, conjunto de ocupações de terras pelo Brasil. Segundo nota da FNL enviada na época, o grupo “ocupou a área e pede às autoridades que cumpram a lei e encaminhe a área para fins de reforma agrária, para que seja organizado um assentamento imediato das famílias”.

Assim, a invasão foi desfeita após confronto. “Incendiaram os barracos e da propriedade, como mostram os vídeos”, afirma a nota.

No entanto, o assessor de comunicação, Claudemir Novais, chegou a adiantar que novas ocupações seriam realizadas.

*Matéria e foto alterada às 19:09 para retirada de referências ao MST (Movimento Sem-Terra), que negou participação na tentativa de ocupação.