Nesta quinta-feira (28), o governador (PSDB) se reúne com a ministra do MMA (Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima), Marina Silva, em (DF). Na ocasião, será instituído grupo de trabalho para proteção e conservação do Pantanal Sul-mato-grossense.

Conforme agenda divulgada pelo Governo do Estado, acontecerá uma assinatura da portaria conjunta entre o MMA e Governo do Estado. O grupo de trabalho será instituído para promover a proteção, conservação e o uso sustentável do Sul-mato-grossense.

Também participam da reunião, que acontece às 15 horas, o secretário Jaime Verruck, da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação) e o presidente do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), André Borges.

Como convidados, estão a ministra e a bancada federal de Mato Grosso do Sul. A reunião acontece no gabinete da ministra Marina Silva.

Recomendação do MMA por causa de desmatamento

Em agosto, o Midiamax noticiou que técnicos do MMA pediam ao Governo Federal a suspensão dos decretos da Semadesc, que permitiam desmatamento de mais de 400 mil hectares no Pantanal.

O pedido estava em nota técnica emitida pelo Departamento de Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade da Secretaria Nacional de Biodiversidade, Florestas e Direitos Animais, divulgada em 27 de julho.

Denúncia do desmatamento desenfreado na região do Pantanal veio à tona após a Operação Cascalhos de Areia, em Campo Grande. Na época, o Midiamax apontou como empreiteiro com contratos para construção de rodovias no Pantanal tinha fazendas naquela região e promoveu desmatamento de mais de 1,3 mil ha.

Após série de reportagens e denúncias, o Governo do Estado suspendeu as licenças ambientais para desmatamento no Pantanal, por tempo indeterminado. Neste período, é elaborada lei para proteção do bioma.

A publicação do decreto foi feita em 16 de agosto deste ano. Também as obras na região do Pantanal, que aconteciam sem licença ambiental, foram paralisadas pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), até dezembro.