O governador de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB), nomeou mais diretores de órgãos públicos. Os decretos de pessoal foram publicados na edição desta quarta-feira (18) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Ex-diretor-presidente da (Fundação do Trabalho), Marcos Derzi assume o comando da AEM-MS (Agência Estadual de Metrologia). Jaime Verruck foi designado para a MS-Mineral (Empresa de Gestão de Recursos Minerais).

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação também acumula o cargo de secretário-executivo de Meio Ambiente, que está vinculado à pasta.

Cúpula de segurança

Aud de Oliveira foi nomeado interino da (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). O Jornal Midiamax acionou a Secretaria-Executiva de Comunicação, que informou que a definição caberá ao órgão.

Riedel trocou o coronel Marcos Paulo Gimenez pelo coronel Renato dos Anjos Garnes no comando-geral da PMMS (Polícia Militar). Roberto Gurgel foi mantido na DGPC (Delegacia-Geral de Polícia Civil).

Gimenez assumiu a chefia da Casa Militar, órgão vinculado ao gabinete do governador e que é responsável pela frota aérea do Estado e segurança do chefe do Executivo estadual. O coronel Nelson Antônio da Silva exercia o cargo até então.

Secretarias executivas e chefias de autarquias e órgãos vinculados

O EPE (Escritório de Parcerias Estratégicas) foi o primeiro a definir o comando. Eliane Detoni permanece à frente, agora com status de secretária-executiva. Ricardo Senna, que foi adjunto da antiga Semagro, virou secretário-executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação da Semadesc.

A procuradora-chefe da Segov, Doriane Chamorro, foi designada titular da Conleg (Consultoria Legislativa do Estado). O órgão é vinculado diretamente ao gabinete do governador e tem nível CCA-01, assim como os secretários-executivos.

Neste mesmo nível, estão os diretores-presidentes das autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. O cargo de reitor da UEMS tem status de secretário.

Como alguns têm estatuto próprio, o que implica mandato de direção, nomes precisaram ser mantidos. Nesse caso, os diretores foram apenas realocados. 

Abaixo veja a lista de órgãos vinculados ao governo de MS

  • EPE (Escritório Estadual de Parcerias Estratégicas)
  • Escritório Estadual de Relações Internacionais
  • Conleg (Consultoria Legislativa)
  • Escritório de Relações Institucionais e Políticas no Distrito Federal
  • Defesa Civil
  • Agems (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos)
  • Fertel (Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa)
  • Escritório de Relações Institucionais e Políticas no Distrito Federal
  • Escolagov (Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul)
  • Ageprev (Agência de Previdência Social)
  • Fadeb (Fundação de Apoio e Desenvolvimento à Educação Básica)
  • UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul)
  • Funsau (Fundação Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul)
  • Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário)
  • Detran (Departamento Estadual de Trânsito)
  • Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer)
  • Fundtur (Fundação de de Mato Grosso do Sul)
  • FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul)
  • Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural)
  • Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária, Animal e Vegetal)
  • Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia)
  • Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul)
  • Jucems (Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul)
  • AEMS (Agência Estadual de Metrologia)
  • MS-Mineral (Empresa de Gestão de Recursos Minerais)
  • Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul)
  • MSGás (Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul)
  • Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos)
  • Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul)
  • Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul)

Veja quem já foi formalmente nomeado no governo de MS