Nesta sexta-feira (10), aconteceu o evento de encerramento da SULMaSSP, realizada no decorrer da semana em Mato Grosso do Sul. A operação contou com equipes policiais de outros estados, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Paraná.

Durante a fala, o governador Eduardo Riedel (PSDB) afirmou que MS vive um momento histórico na , pela capacidade de integração. “Reunimos inteligência, força, competência e equipamentos em prol do objetivo comum a todos nós”.

O governador ainda agradeceu todas as forças policiais que atuaram na operação, desejando ainda um bom retorno aos agentes que voltam aos seus estados de origem. “Estaremos sempre à disposição para os estados irmãos”, afirmou Riedel, lembrando ainda que MS faz divisa com 5 estados.

Nesta visão, o governador lembrou como crimes que acontecem na fronteira de Mato Grosso do Sul, como tráfico de drogas e contrabando de armas, influenciam em outros estados como São Paulo e .

Com isso, enalteceu a importância do trabalho conjunto. “Não podemos apontar o dedo falando de quem é a responsabilidade, a responsabilidade é dos gestores de cada estado e dos profissionais de Segurança Pública”.

Ainda no discurso, Riedel cumprimentou os chefes das polícias e também a ministra Simone Tebet, que participou do evento. Ele agradeceu os investimentos na Segurança Pública e afirmou “Quem apostar no crime organizado vai perder”.

A ministra citou o repasse de R$ 100 milhões em investimentos para a Segurança Pública em Mato Grosso do Sul, com construção de quatro presídios, além da compra de viaturas, armas e munições.

Apreensões e prisões

Dados da (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) são dee que entre os dias 5 e 8 de novembro, os policiais apreenderam 47,1 toneladas de drogas, 332 armas de fogo e 3.358 veículos.

Neste período também foram cumpridos 332 mandados de busca e apreensão e 1.197 pessoas foram presas.

Saiba Mais