Após três dias de evento, 19 entidades participantes e a presença de quatro ministros, a 1ª Caravana Sudeco foi encerrada em Mato Grosso do Sul. “Nosso objetivo foi alcançado”, disse a titular da Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste), Rose Modesto.

Segundo a superintendente, o evento que começou por MS alcançou os micro e pequenos empresários. “Conseguimos levar informações para quem precisa com o intuito de facilitar o acesso às linhas de crédito da Sudeco. Agora a Caravana passará pelas capitais de Mato Grosso, e Distrito Federal”, lembrou Rose.

Além disso, Rose avaliou que “as da 1ª Caravana da Sudeco em foram um sucesso”. A Caravana ofereceu oficinas sobre a estruturação de projetos, preenchimento da Carta-Consulta Digital do FCO, projeto básico, acompanhamento da execução de convênios e prestação de contas com capacitação para as áreas técnicas que atuam junto aos convênios.

Desenvolvimento sustentável

Rose Modesto anunciou na quarta-feira (30), último dia de Caravana da Sudeco em Mato Grosso do Sul, que quer dobrar os recursos de R$ 60 milhões para R$ 120 milhões e atender projetos de desenvolvimento sustentável a partir de 2024.

“A Sudeco trabalhou com orçamento próprio, fora os R$ 10 bilhões de recursos para investimentos através dos fundos. Ela tem um orçamento de R$ 34 milhões para ações públicas. Agora, estamos dobrando para mais de R$ 60 milhões ano que vem e neste ano”, disse.

O PLN (Projeto de Lei do Congresso Nacional) pede remanejamento de recursos também para ações diretas para socorrer os municípios que hoje estão com dificuldades, explica a superintendente.