Nesta sexta-feira (24), a ministra Sônia Guajajara disse que não assumirá um prazo para demarcações de terras indígenas em Mato Grosso do Sul. “Não vou assumir prazo nenhum com vocês para resolver essas demarcações em 15 dias, como vocês pediram”, anunciou a ministra durante a Grande Assembleia Aty Guasu.

A ministra ressaltou a representatividade dentro da presidência da (Fundação Nacional dos Povos Indígenas). “Em 55 anos de Funai, é a primeira vez que temos uma presidente da Funai ”.

Então, Sônia afirmou que “a Funai já retomou todos os GTs (Grupos de Trabalho) para estudos das demarcações. Estamos atualizando todos esses processos para avançarmos nas demarcações”, pontuou.

Logo após afirmar que não daria prazo para as demarcações em MS, Sônia justificou: “se prometer isso, estarei mentindo para vocês, caso não consiga cumprir”.

Ela lembrou ainda que “a garantia da terra, da água, da educação e da saúde indígena são demandas antigas, de 500 anos”. Por fim, comentou sobre as retomadas de terra. “A gente não está invadindo nada. O que buscamos é o território tradicional. Não queremos tomar terra de ninguém”, destacou.

Cachoeirinha

Já declarada terra indígena, Cachoeirinha está em processo de demarcação física em Mato Grosso do Sul. Assim, a Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas) deve retomar processos de demarcação indígena paralisados no Estado.

“Em relação à retomada dos processos de demarcação, a Funai tem respondido que o Ministério Público tem uma ação para a retomada desses territórios, tanto dos Guarani-Caiuá quanto aqui na região mais ligada à etnia terena”, apontou a diretora de Territorial da Funai, Janete Carvalho.

A demarcação de Cachoeirinha é um dos processos em andamento. “Nós estamos com os trabalhos em campo da Terra Indígena na Cachoeirinha. A gente está com a demarcação física sendo confirmada, na verdade”.

Ela explica que “é uma etapa que ela já foi declarada como terra indígena, então a gente está na parte da demarcação física”. Além disso, informou ao Jornal Midiamax que “alguns outros estudos estão em processo de finalização, entre outros estamos conseguindo retomar os trabalhos e essa é a grande informação”.

Saiba Mais