O deputado estadual e ex-governador Zeca do PT segue em observação na enfermaria do hospital da Cassems nesta quinta-feira (13). Na segunda, o parlamentar foi diagnosticado com dengue e ficou internado no local para observação.

O deputado seguiria em comitiva para a Argentina com o governador Eduardo Riedel (PSDB) para discutir a Rota Bioceânica nesta quinta, mas não foi liberado pelos para participar da viagem, segundo informou a assessoria. Apenas o deputado estadual (PSDB) representa o Legislativo.

Zeca está na enfermaria e a assessoria negou informação de que o deputado estaria com dengue hemorrágica. Não há previsão de alta do parlamentar.

Internações

O deputado estadual Zeca do PT voltou a ser internado na segunda-feira (10), desta vez pelo fato de ser diagnosticado com dengue. Pela terceira vez nos últimos dias, o deputado estadual retorna ao hospital da Cassems.

De acordo com a assessoria de Zeca, a foi recomendada pelos cardiologistas do hospital, por causa do tratamento de recuperação que Zeca está fazendo em virtude das angioplastias coronarianas que realizou no mês de março. Na ocasião, Zeca teve artérias do coração desobstruídas, com a colocação de seis stents.

De acordo com a esposa do deputado, Gilda Maria dos Santos, a internação é uma medida de segurança para Zeca cuidar melhor da hidratação do organismo e os médicos poderem monitorar se a dengue vai afetar o coração do ex-governador.

Zeca do PT retornou à Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) na quarta-feira (5) após passar por dois procedimentos cardíacos.

Em março, o petista passou por angioplastias coronarianas, para desobstrução das artérias do coração e colocação de stents. Os procedimentos ocorreram sem intercorrências.

O deputado recebeu alta em 18 de março, permanecendo em repouso por ao menos 15 dias, se recuperando em casa.