Aos 110 dias de governo, a gestão de Eduardo Riedel faz a primeira troca de nomeados do primeiro escalão. As mudanças foram publicadas na edição desta quinta-feira (20) do DOE (Diáfio Oficial do Estado).

As mudanças afetaram cargos de nomes ligados ao PP e à senadora Tereza Cristina. O primeiro é Ademar Silva Júnior que passou de secretário-adjunto da Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), cargo com símbolo CCA-00 e de R$ 33.689,16, e foi nomeado para diretor-presidente da Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul), que tem símbolo CCA-01 e remuneração mensal de R$ 28.401,90.

Ademar chegou a atuar na equipe de transição para o grupo de trabalho de Tereza Cristina, quando ela assumiu o ministério da Agricultura na gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro. Ela também foi ‘chefe' de Ademar quando comandou a extinta Seprotur, atual Semadesc, e Ademar atuou como superintendente de Indústria, e Turismo.

Em seu lugar, Riedel nomeou Walter Benedito Carneiro Júnior, que chegou a concorrer nas últimas eleições para deputado federal, ficando como primeiro suplente do PP. Ele obteve 39.860 votos no pleito. Antes, Carneiro Júnior comandou a Sanesul (Empresa de Saneamento de MS).

Ainda na edição do DOE desta sexta-feira, saiu a exoneração de Marco Aurélio Santullo, que estava no comando da Funtrab. Ele ocupou cargo de tesoureiro do PP e estava nomeado em cargo de secretário especial do governo na na gestão de Reinaldo Azambuja. Deixou a função no início de abril com intenção de se colocar como candidato, o que não ocorreu, mas atuou na articulação do partido.