A Ministra da Mulher, Cida Gonçalves, vem a nesta semana, onde cumprirá agenda de dois dias. Ela participa de audiência pública na Assembleia Legislativa e vai inaugurar unidade do Imol na Casa da Mulher Brasileira.

Conforme o deputado Pedro Kemp (PT), no primeiro dia de agenda, quinta-feira (30), ela participa de audiência onde será apresentado um projeto de lei para combater a violência contra a mulher, para a semana que cai o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março. “Para tirar esse caráter do 8 de março, de distribuir flores, brindes, de festas e comemoração. O dia é para discutir a realidade que a mulher ainda vive no Brasil”, disse Kemp à reportagem.

Na sexta-feira (31), Cida Gonçalves irá até a Casa da Mulher Brasileira, onde acontecerá a inauguração da unidade do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para dar celeridade aos exames de corpo de delito das mulheres vítimas de violência. “Muitas mulheres vão até a casa realizar denúncia contra os agressores, e como o Imol fica muito distante, muitas mulheres deixam de realizar o exame e de comprovar o que realmente aconteceu”, disse o parlamentar.

Além disso, ela irá anunciar a Patrulha Maria da Penha e se reunir com as gestoras dos municípios de MS, para discutir articulações políticas de enfrentamento e prevenção de violência contra as mulheres. Este encontro acontece no auditório do Bioparque Pantanal.

Ministra Cida Gonçalves

Aparecida Gonçalves é natural de Clementina (SP), mas afirmou ser sul-mato-grossense de coração por ter vivido no Estado entre 1988 e 2000. Foi nesta época que se candidatou ao cargo de vereadora pelo PT (Partido dos Trabalhadores).

Militante e ativista do movimento de mulheres e movimento feminista, é especialista em gênero e violência contra a mulher.

Atuou como assessora técnica e política da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Mulher. Além de ser assessora da Coordenadoria de Atendimento a Mulher da Secretaria de Estado de Assistência Social, Cidadania e Trabalho. Os cargos foram na gestão do então governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT.

Entre 2003 e 2012, atuou como secretária nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República.

Saiba Mais