Nesta sexta-feira (1º), o vereador Moreira (PL) de Camapuã, município a 135 quilômetros de Campo Grande, foi preso temporariamente. Também foi cumprido mandado de busca e apreensão no mercado que pertence ao parlamentar.

Conforme apurado pelo Midiamax, equipes da Polícia Civil cumpriram os mandados nesta manhã. No mercado foram apreendidos pacotes de cigarro que seriam contrabandeados.

Ainda segundo o delegado André Eduardo Peres Stafusa, foi cumprido o mandado de prisão temporária, de 30 dias. O pedido foi feito pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), mas está sob sigilo.

Portanto, não há informação sobre o motivo da prisão. O vereador responde na Justiça a ações por crimes de ordem econômica.

Também segundo o delegado, a será acionada por causa dos cigarros contrabandeados e o vereador pode responder criminalmente.

O Midiamax tentou contato com a Municipal de Camapuã, mas até o momento não teve resposta. O espaço fica aberto para manifestação.