Após sobre os “Caminhos para uma alimentação saudável e sustentável”, realizada na tarde desta segunda-feira (16), a de deve criar frente parlamentar de combate à fome. A discussão ocorreu no auditório da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), no Parque dos Poderes, em Campo Grande

“Foi solicitado pela plenária fomentar discussões referentes a uma frente parlamentar relacionada a alimentação saudável, sustentável e culturalmente adequada. A partir dessa proposta e da necessidade de ampliarmos esse debate, criaremos uma frente parlamentar específica para este tema”, afirmou a deputada Gleice Jane (PT) ao final do evento.

Responsável pelo debate, Gleice Jane afirmou que, a partir das discussões, serão feitas articulações, com a participação de diversos atores sociais, para implementação de ações de enfrentamento ao problema da fome, uso de agrotóxicos e para o fomento da produção sustentável e alimentação saudável em Mato Grosso do Sul.

“Nós vamos ter novas atividades, novos momentos, provocações ao governo do Estado, ao governo federal, e tentar articular o máximo possível de pessoas no sentido de promover uma alimentação saudável, com água, com condição de vida e saúde para a população”, afirmou.

Dados preocupam

No último mês, a deputada abordou os resultados de uma pesquisa conduzida pela Embrapa Agropecuária Oeste, que analisou os níveis de poluição no Rio Dourados, devido à presença de agrotóxicos. Segundo o relatório, a pesquisa considerou 46 agrotóxicos dos mais utilizados em MS, dos quais 33 foram encontrados nas águas do rio Dourados.

Ela pontuou a necessidade de estudos mais aprofundados para entender os efeitos combinados dessas substâncias. Também apontou a carência ou subnotificação dos dados sobre a situação em outras áreas do Estado de Mato Grosso do Sul.

Para a deputada Gleice, em um estado de destaque na agropecuária, como Mato Grosso do Sul, é imperativo que haja atenção ao equilíbrio entre a produção de alimentos saudáveis aliados à sustentabilidade. “A audiência pública com o tema ‘Dia Mundial da Alimentação: Caminhos para uma Alimentação Saudável e Sustentável’ é uma oportunidade única para unir esforços, compartilhar conhecimento e estabelecer políticas públicas que direcionem Mato Grosso do Sul, e o Brasil, para um futuro onde a saúde e a sustentabilidade caminhem juntas”, enfatizou a deputada estadual.