Em visita ao bairro da Liberdade na manhã deste domingo, a senadora (MS), pré-candidata à Presidência do MDB, disse que o governador Rodrigo Garcia () “também” vai apoiar o deputado Luciano Bivar (UB) na disputa pelo e cobrou espaço no palanque do tucano.

“Aquele que é apoiado tem que apoiar e abrir as portas”, disse a senadora. O PSDB decidiu abrir mão de ter candidato próprio e vai apoiar Tebet na corrida presidencial. Os tucanos vão inclusive indicar o senador Tasso Jeressati (CE) como vice.

Com o anúncio da aliança, Bivar ameaçou romper com o PSDB e sair do palanque de Garcia em São Paulo. Ontem o União Brasil promoveu um ato político com Garcia na capital para selar o apoio do partido ao tucano no Estado.

“O governador que recebe o apoio de diversos partidos que têm pré candidatos à Presidência, tem que abrir portas para os candidatos”, disse Tebet.

O MDB está na coligação e deve indicar o vice de Garcia em São Paulo, enquanto o União Brasil tem a prerrogativa de escolher o candidato ao Senado. Bivar antes exigia exclusividade no palanque de Garcia, mas ontem mudou o discurso e sinalizou que aceita “dividir” Garcia com Tebet.