Reinaldo diz aguardar agenda oficial para decidir se acompanha Bolsonaro em Campo Grande

Apesar de motociata e entrega de habitações confirmadas, Reinaldo diz aguardar agenda oficial
| 28/06/2022
- 11:03
Reinaldo diz aguardar agenda oficial para decidir se acompanha Bolsonaro em Campo Grande
Reinaldo em agenda nesta terça-feira na Governadoria (Marcos Ermínio, Midiamax)

Governador de Mato Grosso do Sul, (PSDB) declarou nesta terça-feira (28) que ainda não sabe se vai participar dos do presidente Jair Bolsonaro (PL) em Campo Grande. O líder do executivo estadual disse que ainda não recebeu a 'agenda oficial' do presidente, apesar de eventos de motociata e entrega de habitações já terem sido confirmados na Capital.

"Como não tive acesso à dinâmica ainda, não sei se vou participar ou não. Ainda vou decidir", limitou-se a comentar.

Motociata

O deputado estadual e pré-candidato ao Governo do Estado, Capitão Contar anunciou nas redes sociais uma motociata com a participação do presidente Jair Bolsonaro (PL), nesta quinta-feira (30). Mesmo não fazendo parte da agenda oficial, Contar espera que Bolsonaro participe do ato. O presidente vem a Campo Grande onde em evento de entrega de casas no Residencial Jardim Canguru.

"A vinda do presidente está confirmada para o evento oficial de entrega de residências. Os motociclistas de MS sempre desejaram que ele também fizesse uma motociata aqui no nosso estado e estaremos prontos para recebê-lo. Motociatas não fazem parte da agenda oficial, mas o presidente, sempre que pode, costuma ir com o povo às ruas, montado em uma motocicleta. Ele será muito bem vindo aqui em Campo Grande", disse contar.

Entrega de casas

Conforme a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social), Bolsonaro participará da entrega de apartamentos no Residencial Jardim Canguru junto com ministro de Desenvolvimento Regional do Brasil, Daniel Ferreira e a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriotas).

A entrega dos imóveis vai acontecer no dia 30, onde 300 apartamentos serão destinadas a pessoas de baixa renda e vai contemplar mais de 1.200 famílias que aguardam pela moradia própria.

Veja também

Projeto já recebeu três pedidos de vistas e está na ordem do dia desta quinta-feira (11)

Últimas notícias