PF vai à Câmara após falha na votação da PEC Emergencial

Internet e sistema da Casa apresentou inconsistências e forçou a interrupção da discussão do projeto
| 13/07/2022
- 08:12
PF vai à Câmara após falha na votação da PEC Emergencial
Policiais saíram na madrugada de hoje da Câmara. (Foto: Reprodução/TV Globo)

A PF (Polícia Federal) esteve na Câmara dos Deputados na noite de terça-feira (12) após falhas na rede de internet e do sistema eletrônico da Casa, durante a votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) Emergencial, que concede vários benefícios sociais até dezembro. Segundo o portal g1, a votação dos destaques da matéria chegou a ser suspensa.

Apenas o texto-base foi aprovado, por 393 votos a favor e 14 contrários. A análise da PEC em plenário deve continuar nesta quarta-feira (13). O próprio presidente da , (PP-AL), acionou a PF.

Agentes chegaram por volta das 21h (de MS) de ontem ao Complexo Avançado da Câmara e deixaram o local após as 3h de hoje. A PF não informou detalhes sobre a verificação nos servidores da Casa.

Lira garantiu que, se o problema foi causado por pessoal da Casa, haverá punição. Ele ainda reclamou de problemas frequentes na votação de projetos relevantes.

Ontem, deputados enfrentaram dificuldades ao acessar o sistema remoto. O presidente pediu que todos fossem ao plenário. Com as falhas persistindo, a sessão teve que ser suspensa.

Veja também

Registros devem ser feitos até dia 15 de agosto

Últimas notícias