Nioaque pode ter novos prédios para Detran e Iagro após solicitação parlamentar

O município de Nioaque pode ganhar novas sedes caso solicitações sejam atendidas
| 18/04/2022
- 12:01
Mara Caseiro fez solicitação para redutores de velocidade na MS-080
Mara Caseiro fez solicitação para redutores de velocidade na MS-080 - Arquivo, Reprodução

O município de Nioaque, a 183 quilômetros de Campo Grande, pode ter novas sedes da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e do (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), após encaminhamento de solicitação parlamentar feita pela deputada estadual Mara Caseiro (PSDB).

O pátio para vistorias, emplacamento e estacionamento de veículos apreendidos do Detran, é uma necessidade para a população de Nioaque, devido ao atual ser pequeno para atender às demandas.

Consta na indicação que seja viabilizada a construção de uma nova sede do Detran, devido ao aumento das demandas. Na justificativa, Mara diz saber da necessidade das demandas de trânsito no município. “Na medida que as demandas de trânsito municipal aumentam, aumenta também a necessidade de que seja construída nova estrutura física deste departamento. Isso porque, não há condições de oferecer bom atendimento ao público, uma vez que o pátio não possui capacidade de abrigar os veículos”.

Ainda consta na indicação, que além da falta de capacidade, no atual local de atendimento, também não é possível realizar vistorias ou emplacamentos, pois o espaço é muito pequeno e incapaz de abrigar um grande número de veículos, além de causar desconforto aos servidores que prestam diariamente serviços no local.

Em outra indicação, Mara pede por uma nova sede da Iagro, pois Nioaque é um município que tem como uma de suas bases econômicas a agropecuária, sendo extremamente necessário que este setor tenha adequada para atendimento de todas as suas demandas.

A atual sede há anos não passa por qualquer reforma, se encontrando em péssimo estado de conservação, especialmente, na rede elétrica, hidráulica e estrutural, diz a indicação.

Este fato atrai a necessidade de reforma para que seja possível ofertar bom atendimento ao público, além de causar desconforto aos servidores que prestam seus serviços no local, fato que mais dia ou menos dia acaba recaindo na seara de responsabilidade do Estado.

Veja também

Extrato foi publicado pela prefeitura de Sidrolândia nesta sexta-feira (1)

Últimas notícias