Justiça Eleitoral já emitiu 8.790 títulos de eleitor entre jovens de 16 a 18 anos de MS

Em Campo Grande, são 3.058 emissões no total, sendo 266 de jovens de 16 anos, 626 de pessoas com 17 anos e 2.166 de 18 anos
| 05/04/2022
- 08:59
Justiça Eleitoral já emitiu 8.790 títulos de eleitor entre jovens de 16 a 18 anos de MS
Reprodução

O (Tribunal Regional Eleitoral) emitiu até a tarde da última segunda-feira (4) — que marca a contagem de 30 dias para o fim das emissões de títulos de eleitor — 8.790 documentos entre os jovens de 16 a 18 anos em todo o estado de Mato Grosso do Sul.

Em Campo Grande, são 3.058 emissões no total, sendo 266 de jovens de 16 anos, 626 de pessoas com 17 anos e 2.166 de 18 anos. Nos demais municípios de Mato Grosso do Sul, o número de emissões corresponde a 5.732, sendo 3.452 jovens de 18 anos. Ainda em relação ao interior do Estado, o de 17 anos corresponde a 1.755 emissões e a faixa etária de 16 anos teve apenas 552.

A nível nacional, o índice de jovens entre 15 e 18 anos que tiraram o título de eleitor até o dia 21 de março, corresponde a 854.685, de acordo com o TSE.

O prazo final para a emissão da primeira via do documento e sua regularização termina no dia 4 de maio.

Emissão do título de eleitor

A emissão da primeira via do título de eleitor ou a regularização do documento podem ser feitas por meio do sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o Título Net. 

Para utilizar o serviço, é necessário ter os seguintes documentos em mãos e seguir o passo a passo:

1. Documento oficial de identidade com foto (frente e verso).

2. Comprovante de residência recente (no caso de transferência, prazo mínimo de três meses de residência no novo endereço).

3. Comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral (quando houver débito).

4. Comprovante de quitação do serviço militar, para o alistamento, sendo o requerente do sexo masculino (exigência para quem completar 19 anos no ano da solicitação do requerimento).

Faça também uma selfie segurando, ao lado de sua face, o documento oficial de identificação, com o lado que contenha a foto voltado para a câmera. É proibida a utilização de qualquer adereço, vestimenta ou aparato que impossibilite a completa visão de sua face, tais como óculos, bonés, gorros, entre outros.

Atenção: as imagens devem estar totalmente legíveis, sob pena de indeferimento do requerimento.

Já a regularização, pode ser feita pelo site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), na aba "Título de Eleitor".

Além disso, a partir desta segunda (4) até a próxima quarta-feira (6), o TRE estará com atendimento ao público das 12h às 19h.

Veja também

'Quarteto Fantástico' de MS Prefeito de MS aproveita ano eleitoral para lançar o ‘quarteto de...

Últimas notícias