O presidente da República Jair Bolsonaro (PL), em à na fronteira com o Paraguai, na manhã desta terça-feira (29), gravou um vídeo endereçado ao policial do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) subtenente Carlos Aragaki, de 45 anos, que teve a perna amputada após ser atingido por tiros de fuzil durante uma operação.

No vídeo curto, de 12 segundos, o presidente lamenta que o policial tenha sido atingido e o parabeniza pela missão da qual participava.

“Prezado subtenente Aragaki, sabemos do ocorrido. Te parabenizo pela sua missão, pelo seu trabalho e lamento o ocorrido. E te mandar um grande abraço, ok, sub? Valeu”, disse o presidente.

Atingido por tiros de fuzil

O subtenente do Bope foi ferido a de fuzil e teve parte da perna amputada. Ele atuava com a equipe, que abordou suspeitos de tráfico. Os homens estavam em um caminhão e também duas camionetes e atiraram contra os policiais, que revidaram. Após o militar ser socorrido, os agentes localizaram as camionetes e o caminhão envolvidos na ocorrência, com 917 quilos de maconha, que foram apreendidos.

Ao todo 330 policiais integram a Operação Presença, deflagrada na região de fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, que faz ações de caçada aos traficantes que reagiram à abordagem em que o policial estava.

Conforme relatado pelo oficial Fernando da PMMS (Polícia Militar de ), em entrevista à Rádio Império PY no dia 22, as equipes reforçam policiamento em Antônio João, Ponta Porã, Coronel Sapucaia, e Aral Moreira, em toda região de fronteira. A operação deve acabar somente quando todos os envolvidos forem presos.

Até o momento, apenas um homem se entregou à Polícia Federal, responsável pelas investigações, sendo ele Paulo Denis Bobadila Martinez. “PM e todas outas polícias não vão sair da região enquanto todos os outros não forem presos”, afirmou o militar.

Além da procura pelos criminosos, os policiais também atuam para coibir outros crimes, de roubos, furtos, homicídios, descaminho e tráfico de drogas. Até o momento 250 militares atuavam na região e agora mais 80 policiais do Bope e Batalhão de Choque chegaram na fronteira.

Confira o vídeo: