Deputado vota em clube e dá tiro para aprovar projeto sobre armamento em MS

Parlamentares repudiam atitude de João Henrique
| 17/05/2022
- 11:12
Deputado
Deputado atirou durante votação de projeto. (Foto: Reprodução/ALMS)

O deputado estadual João Henrique Catan (PL) simplesmente atirou durante a votação de um projeto sobre armamento, na sessão desta manhã de terça-feira (17), na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul). Parlamentarem repudiaram a ação de Catan.

Após a pandemia, alguns deputados seguiram participando das sessões de forma remota. Em um lugar que parece ser um clube, João atirou quando disse sim ao projeto. Ao invés de uma salva de palmas, ele disse ‘uma salva de tiros’, fazendo vários disparos logo em seguida.

Deputados ficaram revoltados

Alguns deputados nada comentaram sobre o fato de João atirar durante uma votação da Casa de Leis, mas alguns parlamentares ficaram revoltados com a atitude de Catan e alegaram desrespeito.
Paulo Duarte (PSB) fez duras críticas a João Henrique e diz que se sentiu agredido, destacando que Catan estimulou a violência.

“Pena que o senhor não está aqui presencialmente para participar de um debate. Eu me senti agredido, essa não é a essência do parlamento, isto é estimular a violência. Qual é a lógica? Nunca vi algo assim. Meu repúdio e chega de violência”, destacou Duarte.

Deputado do PT, também fez um desabafo e disse para João Henrique Catan ‘colocar uma melancia na cabeça’.

“Da próxima vez que o senhor quiser aparecer, usa um melancia na cabeça. Vários assuntos relevantes para debatermos, mas estamos falando sobre armamentos. Assuntos como fome, preconceitos e violência contra a mulher. Armar a população não traz segurança”, destacou.

PL que libera porte de arma para atirador desportivo foi aprovado pelos parlamentares da Legislativa de Mato Grosso do Sul

Vídeo:

Veja também

Últimas notícias