Bolsonaristas do PROS devem ignorar eventual apoio da legenda para Lula em MS

Convenção do PROS em MS será realizada na sexta-feira (5)
| 04/08/2022
- 15:57
pros
Foto: Reprodução Facebook.

Em Mato Grosso do Sul, bolsonaristas do PROS seguem com apoio a candidatura de (PL) à Presidência da República. Apoiadores do atual presidente ficaram em um impasse, já que o diretório nacional do Partido Republicano Da Ordem Social pode ter eventual apoio ao candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva.

A incerteza paira sobre o partido, que teve Marcus Holanda reconduzido à presidência da legenda após decisão do STJ (Supremo Tribunal de Justiça) e que apoia a candidatura própria do partido com Pablo Marçal. No entanto, anteriormente o partido era comandado por Eurípedes Júnior, que declarou apoio ao PT nas Eleições de 2022.

Em Mato Grosso do Sul o de eventual apoio ao candidato petista gerou preocupação, mas mantém os bolsonaristas do PROS ao lado do candidato do PL. Para a secretaria estadual da mulher no partido, Débora Ibrahim, o apoio à candidatura de Lula está ‘fora de cogitação’.

Ao Jornal Midiamax, ela explica que “esse foi nosso grande impasse, que na verdade era outro presidente que tentou impor essa posição”. Contudo, destaca que “mesmo se fosse colocado, nós do Estado não iríamos apoiar essa condição [de apoio ao PT]”.

Ibrahim lembra que mesmo com Marçal candidato à Presidência pelo PROS, “o partido deixa livre para cada candidato apoiar o seu candidato à Presidência”. Então garante que “aqui em MS o apoio a princípio é do Bolsonaro”.

Nacionalmente o apoio é de Marçal, mas em MS “os candidatos estão abertos para apoiar quem quiser”.

Convenção do PROS

O PROS-MS realiza a convenção partidária nesta sexta-feira (5), último dia permitido pelo calendário eleitoral do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Serão oficializados os candidatos que concorrerão nas Eleições de 2022 pelo partido no Estado.

A atual presidente do partido é uma das pré-candidatas a deputada federal pela legenda. O evento deve ocorrer de forma online, a partir das 10h.

Nos eventos são oficializadas as candidaturas aos cargos de governador e vice, senador, deputado federal e deputado estadual. Após a escolha de candidatas e candidatos nas convenções, o prazo máximo para os partidos políticos registrarem as candidaturas à Justiça Eleitoral é 15 de agosto.

Veja também

Decisão vale apenas em 2023 e TSE precisa validar revisões dos estatutos das legendas

Últimas notícias