A (Assembleia Legislativa de ) decretou luto oficial de três dias devido ao falecimento de Maria Aparecida Pedrossian. A ex-primeira-dama de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso morreu nesta sexta-feira (23), aos 88 anos. Ela faleceu por complicações após infartar durante almoço em família em Campo Grande.

Assim, o presidente da Casa de Leis, deputado estadual (PSDB), destacou o legado de Maria. Para ele, o destaque de atuação da primeira-dama foi na área social.

“Mulher forte, aguerrida e sempre em defesa dos mais carentes, a ex-primeira-dama Maria Aparecida Pedrossian nos deixa um imenso legado de trabalho na área social”, comentou. Então, lamentou o falecimento de Maria. “Sua partida entristece não somente os parlamentares da Assembleia Legislativa, mas a toda a população sul-mato-grossense”.

Por fim, desejou os pêsames aos familiares. “Nossos mais sinceros sentimentos a todos os familiares e amigos nesse momento de profundo pesar”, finalizou Corrêa.

O funeral de Maria Aparecida acontece no Cemitério Parque das Primaveras, na tarde desta sexta-feira (23). A Casa de Leis terá participação do neto de Maria, Pedro Pedrossian Neto, eleito deputado federal nas Eleições de 2022.

Segundo o futuro parlamentar, no dia em que infartou, Maria disse que acreditava em vida após a morte. Além disso, o deputado eleito disse que tirou foto com a avó horas antes do fato. “Parece até que foi uma despedida”.