Política

Vereadores terão até 25 de outubro para apresentar emendas ao orçamento de R$ 4,7 bilhões em Campo Grande

Projeto define ações, investimentos e despesas do próximo ano

Mayara Bueno Publicado em 11/10/2021, às 08h10

Centro de Campo Grande; imagem ilustrativa
Centro de Campo Grande; imagem ilustrativa - (Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax)

Com a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2022 em trâmite na Câmara Municipal de Campo Grande, os vereadores têm até 25 de outubro para apresentar emendas. São sugestões e indicações de investimentos e projetos com o dinheiro público municipal. No próximo ano, a receita está estimada em R$ 4.798.937.650,00.

De acordo com o município, a previsão considerou os cenários econômico, político e social, além das 'possíveis volatilidades da economia brasileira e mundial dado o cenário econômico e social pós-covid'.

Paralelamente, foram previstas ações para elevar a arrecadação de impostos como ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) e IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), além da cobrança da dívida ativa e acompanhamento de repasses de outros tributos, como ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

As estimativas da LOA são semelhantes às fixadas na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), aprovada também na Casa de Leis, mas no primeiro semestre. No caso da peça do próximo ano, a primeira lei estabeleceu R$ 4.669.218.551,82 em receitas no ano que vem.

Jornal Midiamax