Política

Vereador apresenta projeto para incluir jornalistas na prioridade da vacina contra Covid em Campo Grande

Estado já tentou adotar medida, mas o Ministério da Saúde negou por causa da escassez de doses

Mayara Bueno Publicado em 27/05/2021, às 08h50

Cobertura da imprensa sobre um protesto contra restrições adotadas pela Prefeitura de Campo Grande, em março
Cobertura da imprensa sobre um protesto contra restrições adotadas pela Prefeitura de Campo Grande, em março - (Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax)

Projeto de lei na Câmara Municipal de Campo Grande autoriza a prefeitura a colocar no grupo de prioridade da vacinação contra Covid-19, os jornalistas e profissionais da imprensa que exercem o trabalho na Capital. Desde 7 de abril, quando é celebrada a profissão, políticos se manifestaram para inclusão da categoria. A questão foi submetida ao Ministério da Saúde, que negou a prioridade. 

Na Câmara Municipal, o presidente Carlão (PSB) encaminhou ofício com o pedido. Agora, o vereador Ademir Santana (PSDB) apresenta projeto de lei. Assim como foi justificado no início das tentativas de inclusão, é citado que, 'sem dúvida', a profissão está entre atividades essenciais durante a pandemia, 'levando informações de qualidade à população de todo o País'.

"Além de estarem na linha de frente contra a desinformação, jornalistas, cinegrafistas, radialistas, fotógrafos e outros profissionais, estão enfrentando condições de trabalho difíceis, ditadas pelo risco de contágio e pelo isolamento social".

Jornal Midiamax