Citando momentos difíceis na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Eduardo Rocha discursou em sua posse na Segov (Secretaria de Governo) nesta sexta-feira (3). Ele deixa o parlamento estadual depois de 11 anos para assumir cargo no Executivo estadual. Em seu lugar no Legislativo, fica Paulo Duarte (MDB).

“Venho para aprender, não tenho vergonha disso, gosto de trabalhar. Passamos por momentos difíceis, por anos, tivemos projetos que a população não entendia, mas a Assembleia e o governador tiveram coragem de ajustar”.

Ainda na solenidade, Rocha elogiou a senadora Simone Tebet, que é sua esposa. “A melhor e mais bonita senadora do Brasil”. Também citou a ministra Tereza Cristina, presente no evento, citando que ela é a única ‘excelente ministra’ do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A senadora afirmou que Eduardo Rocha ‘encarna’ a presença da boa política. “Ser político é aquele que está no dia a dia conversando com as pessoas e sabendo ouvir e ele sabe ouvir”.

“Eduardo é amigo, construímos amizade, foi defensor das pautas com convicção. Servir ao governo será elo com os poderes”, completou o governador Reinaldo Azambuja.

Pouco antes, Marco Aurélio Santullo tomou posse como secretário especial de Articulação Política. Do DEM, o novo titular reforçou o tamanho da legenda no Estado ao longo dos anos. “Em 2016, tínhamos 4 prefeitos, hoje tem 16. Eram 16 vereadores e agora 48. Isso é fruto de trabalho de um grupo que tem lado”.