Política

Reinaldo aguarda votação da CCJ para definir destino de Eduardo Rocha no Governo

Deputado pode assumir vaga na Segov ou na Casa Civil

Renan Nucci e Renata Volpe Publicado em 16/11/2021, às 10h42

Governador Reinaldo Azambuja durante agenda na manhã desta terça-feira
Governador Reinaldo Azambuja durante agenda na manhã desta terça-feira - Marcos Ermínio/Midiamax

O governador Reinaldo Azambuja aguarda votação da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) para definir o destino do deputado estadual Eduardo Rocha (MDB), convidado para assumir vaga na Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica) ou na Casa Civil.

Entenda

Durante sessão na manhã desta terça-feira (16) na Alems, Reinaldo apresentou 15 projetos para reestruturação de carreiras dos servidores do Estado. Entre as propostas, consta um reajuste linear de 10% para todos os servidores, bem como a anexação do abono de até R$ 200 ao salário base. Ocorre que os projetos precisam ser votados pela CCJ, comissão em que Eduardo Rocha é um dos integrantes.

Assim, em uma coletiva de imprensa após a sessão, o governador disse que esperaria pela votação para definir qual secretaria o deputado deve assumir. Reinaldo ponderou ainda, pensando nas eleições de 2022, que precisa articular com Flávio César, titular interino desde julho deste ano na Segov, e com Sérgio de Paula, nomeado em maio na Casa Civil.

“Estamos finalizando a discussão. Estamos estudando uma reestruturação [nas secretarias] e acredito que até o fim de novembro isso será definido. Temos também a importância destas votações, até porque [Rocha] é um membro da CCJ”, pontuou o governador. Rocha havia anunciado no último dia 9 que sairia da Alems para assumir uma vaga no Estado, a convite do governador.

Jornal Midiamax