A proposta traz o aumento do vale alimentação dos servidores de R$ 200 para R$ 500 e o aumento do auxílio de transpor te de R$ 180 para R$ 300. O projeto foi apresentado no âmbito do reajuste salarial linear de 10%. Com o parecer favorável para tramitação, foi enviado para ordem do dia, para ser votado pelos deputados.

Conforme já noticiado, o deputado Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Alems, informou que haverá impacto ao orçamento da Casa, mas dentro do limite prudencial. “Vamos de 1,23% impactando para 1,26%. O nosso limite prudencial é um pouco maior. O projeto de lei precisa ser aprovado esse ano para valer a partir de janeiro de 2022, se não houver surpresa de não poder aumentar”, havia dito anteriormente ao Midiamax.

Saiba Mais