Para participar da eleição da Câmara dos deputados, Tereza Cristina (DEM) foi exonerada do cargo de Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A oficialização foi publicada nesta sexta-feira (29), em edição do DOU (Diário Oficial da União).

De acordo com a assessoria da deputada federal, a exoneração tem finalidade de incluir Tereza entre os parlamentares que irão votar e decidir o novo presidente da Câmara. A movimentação deverá ser temporária, apenas no período das eleições. Estima-se que a ministra vote a favor do deputado Arthur Lira (PP-AL).

Arhur é candidato com apoio declarado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O deputado inclusive já veio até Campo Grande, em 22 de janeiro, em busca de colaborações entre os parlamentares sul-mato-grossenses.

Além dela, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM) também foi exonerado do cargo de Ministro da Cidadania. Os dois devem contrariar o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Isto porque o DEM apoia oficialmente o candidato do MDB, Baleia Rossi.