Capitão Contar (PSL) disse concordar com a prorrogação. “Sou favorável com o método misto, gera economia de recursos dessa maneira e permite aos deputados estarem mais presente nas cidades do interior”.

Evander Vendramini (PP) contou estar em Corumbá, participando da sessão. “Hoje estou em Corumbá, a 420 quilômetros, e posso estar nas bases, circular. Sugiro até que algumas sessões, no futuro, possam ser remotas”.

João Henrique Catan (PL) lembrou dos dois deputados mortos pela Covid-19. “Tivemos duas perdas: Onevan de Matos e Cabo Almi. A forma mista contribui para nossas andanças e principalmente agora que discutimos a 3ª dose [da vacina]”.

Corrêa afirmou que com a sessão mista, o quórum das sessões aumentou. “A mobilidade permite que a esteja em todos os pontos do Estado, é uma modernidade, sem que haja o risco do contágio”.

Porém, Pedro Kemp (PT) fez uma observação. “Estamos fazendo sessão remota, mas estamos viajando, participando de atividades, isso fica contraditório, a medida correta é continuarmos dessa forma, mas a justificativa tem que ser a medida sanitária”.

Saiba Mais