Política

Nelsinho Trad destrava R$ 6,7 milhões para obras em Campo Grande e mais cinco municípios

Maior parte dos recursos são de emendas parlamentares que estavam represadas no Ministério do Desenvolvimento Regional

Jones Mário Publicado em 08/06/2021, às 19h14

Senador Nelsinho Trad (PSD-MS) com o ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas
Senador Nelsinho Trad (PSD-MS) com o ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas - Divulgação/Assessoria

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) conseguiu destravar R$ 6,7 milhões em recursos federais para seis municípios de Mato Grosso do Sul. Os repasses vão viabilizar obras de pavimentação, recuperação asfáltica e melhorias sanitárias em Campo Grande, Brasilândia, Ivinhema, Japorã, Juti e Sidrolândia.

Segundo divulgou a assessoria do senador, R$ 6,4 milhões foram liberados após articulações com o ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas. Nelsinho interveio em nome da bancada federal do Estado no Congresso Nacional.

Campo Grande será contemplada com R$ 4,25 milhões, destinados a obras na malha viária nas regiões urbanas do Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo. Os recursos destravados haviam sido obtidos via emenda de bancada empenhada em 2019.

Os demais R$ 2,2 milhões que estavam represados são de emendas individuais de parlamentares, apresentadas em 2017 e 2018.

Brasilândia recebeu R$ 191 mil, última parcela de pagamento do projeto para recapeamento asfáltico das ruas do Bairro Novo Porto João André.

Ivinhema contou com a liberação de dois repasses, que juntos somam R$ 858,5 mil, para obras também de asfalto.

Para Juti foram garantidos aproximadamente R$ 500 mil para pavimentação nas principais ruas da cidade.

Já Sidrolândia foi beneficiada em dois projetos, apresentados em 2018, com recursos nos valores de R$ 330 mil e R$ 368 mil para obras de drenagem e pavimentação.

Por sua vez, Japorã recebeu o pagamento de R$ 248 mil do Funasa (Fundo Nacional de Saúde), voltados à implantação de melhorias sanitárias domiciliares.

Nelsinho Trad é o coordenador da bancada federal de Mato Grosso do Sul desde fevereiro de 2019. Em agosto deste ano, ele vai passar o posto para Simone Tebet (MDB-MS), escolhida hoje (8) para substituir o senador.

Jornal Midiamax