'Essa missão tem clamor da urgência', diz Simone Tebet que se lança pré-candidata a presidente

Nome da senadora começou a ser cotado principalmente depois de sua atuação na CPI da Covid
| 08/12/2021
- 15:15
psdb mdb Senadora Simone Tebet
Senadora Simone Tebet, do MDB de MS, lança pré-candidatura a presidente do Brasil. - (Foto: Divulgação, Assessoria)

Citando motivos que a fizeram aceitar a tentativa na corrida presidencial de 2022, entre fome no Brasil, governo que promove discórdias, além do clamor do partido, a senadora (MDB/MS) apresentou sua pré-candidatura a presidente nesta quarta-feira (8), em Brasília. Lideranças emedebistas de Mato Grosso do Sul e de todo o País participaram da solenidade.

"Essa missão tem um clamor da urgência, porque nosso povo está morrendo de fome, depois de tantos brasileiros que perderam a vida por uma saúde púbica omissa e negacionista", citou a parlamentar. Criticando o governo federal, Simone afirmou que a atual gestão cria crises artificiais, polarização e tenta aniquilar as minoras, 'vítimas do gabinete de ódio'.

Em ponto que mais se emocionou, a senadora explicou que decidiu se tornar pré-candidata, não tanto pelo currículo que inclui ter sido prefeita, vice-governadora, senadora e professora universitária, mas por saber pelos noticiários que há 5 milhões de crianças que vão dormir com fome e 20  milhões de brasileiros que comem dia sim, dia não. 

"Hoje, emocionada, o destino faz com que os meus companheiros do MDB me deem a mais honrosa missão da minha vida, ser pré-candidata a presidente. Estamos construindo pelo diálogo e chegamos a conclusão de que estou pronta e com condições de ser a próxima presidente. Aceito ser candidata, porque hoje é a história que convoca o MDB a agir".

A parlamentar está no desde 2015 e ganhou maior destaque quando tentou a presidência do Senado, presidiu a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), que é a principal comissão do Poder Legislativo, além da participação efetiva na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid. Antes, já foi vice-governadora do Estado e prefeita de Três Lagoas. 

Veja também

Projeto reserva 10% da arrecadação do tributo para municípios investirem na educação

Últimas notícias