Política

Em despedida, parceiros dizem que legado de Ary Rigo foi fazer grandes amigos mesmo na política

Ex-deputado faleceu na quinta-feira, vítima de acidente doméstico

Renan Nucci e Renata Volpe Publicado em 01/10/2021, às 10h22

Amigos e familiares durante velório nesta sexta-feira
Amigos e familiares durante velório nesta sexta-feira - Marcos Ermínio/Midiamax

O velório de Ary Rigo, realizado na manhã desta sexta-feira (1º), no cemitério Parque das Primaveras, em Campo Grande, foi marcado pela emoção. Durante a despedida, parceiros políticos de longa data lembraram que o principal legado do ex-deputado estadual foi o de cultivar grandes amigos. Ele faleceu na quinta-feira (30), após acidente doméstico.

[Colocar ALT]
Moka, emocionado, lamentou a morte do amigo. Foto: Marcos Ermínio

O genro, Daniel Navarro, disse ao Midiamax que Ary Rigo tinha um coração enorme e ajudou muita gente. “Sempre companheiro, me ajudou muito, tanto como sogro, tanto como um pai”, disse. Daniel acredita que o sogro teve uma crise de labirintite no domingo à noite, quando estava em casa com a esposa, momento em que desmaiou, caiu e bateu a cabeça.

Ele chegou a ser socorrido, foi internado, mas não resistiu. Enelvo Felini, ex-prefeito de Sidrolândia, disse que era amigo de Ary Rigo há muitos anos, desde que se conheceram em Maracaju. Na época, Rigo, um dos poucos agrônomos do estado, fundou a cooperativa Coopemara. Técnico em agropecuária, Enelvo foi contratado para trabalhar na Coopemara, onde eles se aproximaram. “Ele veio do Rio Grande do Sul, assim como eu. Me ensinou muito e foi essencial para o desenvolvimento do estado, como protagonista”, destacou Enelvo.

O ex-senador Waldemir Moka, emocionado pela perda do amigo, lembrou que dividiu espaço na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) com Rigo durante três mandatos. “Um parlamentar muito experiente e de grande contribuição para o estado, principalmente na região sudoeste (Jardim, Maracaju e Sidrolândia). Perdemos um amigo que era um pai muito amoroso”, lamentou.

[Colocar ALT]
Governador Reinaldo Azambuja no velório do ex-deputado Ary Rigo. Foto: Marcos Ermínimo

O governador Reinaldo Azambuja também esteve presente para a última despedida. Ele lembrou da importância de Rigo não só como deputado, mas também como um agente de desenvolvimento. “Fundou a primeira cooperativa de MS, uma pessoa de grande estima que fez grandes amigos mesmo no meio político. Foi injustiçado algumas vezes e condenado precocemente pelo que não fez. Seu principal legado foi o de fazer grandes amigos”, destacou.

“Foi um dos meus pais na política”, lembrou a deputada estadual Mara Caseiro. Para ela, Rigo foi um homem de grande coração e bondade extrema. “Só quem conviveu com ele sabe o coração enorme que ele tinha. Era uma enciclopédia viva da política de Mato Grosso do Sul. Gratidão por tudo o que ele fez. Deixou seu legado e cumpriu sua missão”, pontuou ela.

Jornal Midiamax