Política

Em cerimônia fechada, Paulo Corrêa assume governo de MS após afastamento de Murilo

O presidente da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul), Paulo Corrêa, vai tomar posse como governador do Estado em exercício às 11h desta terça-feira (26). O vice-governador Murilo Zauith (DEM), que exercia o cargo nas férias de Reinaldo Azambuja (PSDB), pediu afastamento de quatro dias. Com suspeita de Covid-19, Murilo estava […]

Adriel Mattos Publicado em 26/01/2021, às 10h06 - Atualizado às 15h53

Foto: Cyro Clemente
Foto: Cyro Clemente - Foto: Cyro Clemente

O presidente da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul), Paulo Corrêa, vai tomar posse como governador do Estado em exercício às 11h desta terça-feira (26). O vice-governador Murilo Zauith (DEM), que exercia o cargo nas férias de Reinaldo Azambuja (PSDB), pediu afastamento de quatro dias.

Com suspeita de Covid-19, Murilo estava despachando de casa até ontem, segunda-feira (25). Porém, ao receber o diagnóstico positivo, o democrata comunicou à Alems que está impossibilitado de continuar no governo em razão da quarentena que está cumprindo.

Seguindo a Constituição do Estado, Corrêa vai assumir as funções interinamente. Ele vai prestar juramento de posse na Governadoria do Estado, como determina o Regimento Interno da Alems. 

Eduardo Rocha (MDB), 1º vice-presidente, assumirá o comando da Assembleia no mesmo ato, que será por meio eletrônico.

Como publicado em decisão da Presidência da Alems no Diário Oficial do Legislativo, a previsão é que Murilo reassuma o governo no sábado (30). Já Reinaldo só deve retornar de férias em 4 de fevereiro.

Jornal Midiamax