Alan Guedes segue decreto estadual e mantém restrições em Dourados

A prefeitura de Dourados decidiu manter o toque de recolher de segunda a sexta-feira das 20h às 05h. Já nos finais de semana as restrições passam a vigorar das 16h às 05h e segundo o Executivo, as medidas valem de sexta-feira (26) até 04 de abril (domingo), em atendimento ao decreto do Governo do Estado […]
| 26/03/2021
- 00:13
Alan Guedes segue decreto estadual e mantém restrições em Dourados
Dourados segue decreto estadual de restrições. (Foto: Marcos Morandi) - Dourados segue decreto estadual de restrições. (Foto: Marcos Morandi)

A prefeitura de Dourados decidiu manter o toque de recolher de segunda a sexta-feira das 20h às 05h. Já nos finais de semana as restrições passam a vigorar das 16h às 05h e segundo o Executivo, as medidas valem de sexta-feira (26) até 04 de abril (domingo), em atendimento ao decreto do Governo do Estado e também à recomendação do ( (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

As exceções são serviços públicos indispensáveis à vida e à segurança; casos de emergência e urgência; serviços de saúde, transporte, fornecimento de alimentos e medicamentos por delivery, farmácias e drogarias, funerárias, postos de combustíveis, indústrias, restaurantes em postos de combustíveis localizados em rodovias e hotéis, e transportes intermunicipais.

Segundo o decreto municipal assinado pelo prefeito Alan Guedes (PP) e publicado na edição suplementar do Diário Oficial do Município na noite desta segunda-feira (25), as restrições foram tomadas considerando a publicação do nº 15.638, de 24 de março de 2021, que “Institui, em caráter excepcional e temporário, medidas restritivas no Estado de Mato Grosso do Sul para evitar a proliferação do coronavírus (SARSCoV-2) e dá outras providências

A Prefeitura de Dourados também estipulou uma série de medidas para o funcionamento de templos religiosos, academias de ginástica, estúdios de atividades físicas, supermercados, hipermercados, atacadistas e mercados file:///D:/Downloads/25-03-2021-SUPL.pdf . O decreto municipal também discorre sobre a proibição de aglomeração em imóveis, rodas de tereré e narguilé, espaços públicos e privados.

Veja também

Com redução, preço da gasolina pode ter queda de até R$ 0,85 nos postos

Últimas notícias