Política

TRE-MS nega outro recurso por unanimidade e Siqueira segue candidato do PSL

Por unanimidade, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) negou recurso da comitê municipal do PSL e manteve a decisão que garantiu a candidatura do vereador Vinícius Siqueira à prefeitura de Campo Grande. A ação foi deliberada em sessão da corte eleitoral na manhã desta quinta-feira (8). A direção da legenda recorreu […]

Adriel Mattos Publicado em 08/10/2020, às 11h13 - Atualizado às 12h23

Vereador Vinicius Siqueira durante ato de filiação ao PSL (Foto: Reprodução/Facebook)
Vereador Vinicius Siqueira durante ato de filiação ao PSL (Foto: Reprodução/Facebook) - Vereador Vinicius Siqueira durante ato de filiação ao PSL (Foto: Reprodução/Facebook)

Por unanimidade, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) negou recurso da comitê municipal do PSL e manteve a decisão que garantiu a candidatura do vereador Vinícius Siqueira à prefeitura de Campo Grande. A ação foi deliberada em sessão da corte eleitoral na manhã desta quinta-feira (8).

A direção da legenda recorreu da sentença de primeira instância, que já havia sido mantida em decisão monocrática do juiz-membro do TRE, Djailson de Souza. 

Terceiro interessado nesse mandado de segurança, o deputado Loester Trutis, eleito na convenção do PSL, havia pedido a suspeição do magistrado, que também negou o pedido. Ele também recorreu, mas perdeu novamente.

Ao julgarem o mandado, os membros do Pleno da corte acompanharam o voto do relator, e assim negaram a demanda do diretório. Conforme a sentença, o partido desistiu do recurso após trocar Trutis por outro filiado no comando da direção municipal.

Os magistrados também não reconheceram o pedido do deputado como terceiro “por não atender aos requisitos formais de admissibilidade”. Trutis ainda pode recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Jornal Midiamax