Política

Projeto de lei que prevê hino nas escolas da Reme segue para sanção do prefeito

O canto dos hinos do Brasil e de Campo Grande nas escolas municipais, previsto pelo Projeto de Lei 8.868/18, depende apenas da sanção do prefeito Marquinhos Trad (PSD). O projeto foi aprovado pelos vereadores em segunda votação na Câmara Municipal, na última terça-feira (19). O projeto inclui todas as séries da Reme (Rede Municipal de […]

Dândara Genelhú Publicado em 19/02/2020, às 08h37

Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil - Foto: Arquivo/Agência Brasil

O canto dos hinos do Brasil e de Campo Grande nas escolas municipais, previsto pelo Projeto de Lei 8.868/18, depende apenas da sanção do prefeito Marquinhos Trad (PSD). O projeto foi aprovado pelos vereadores em segunda votação na Câmara Municipal, na última terça-feira (19).

O projeto inclui todas as séries da Reme (Rede Municipal de Ensino) e escolas privadas da capital sul-mato-grossense. Além da entoação dos hinos, os estudantes deverão participar do hasteamento das bandeiras nacional e municipal.

As duas cerimônias deverão acontecer uma vez na semana, antes da primeira aula, no período matutino, vespertino e noturno. Para as unidades escolares de ensino fundamental, acrescenta-se a leitura de um texto Bíblico, entretanto este ponto é facultativo.

O Projeto de Lei foi proposto pelos vereadores William Maksoud, André Salineiro, João César Mattogrosso, Betinho, Júnior Longo, Odilon de Oliveira e Dr. Cury. Caso seja sancionado pelo prefeito, a lei entra em vigor a partir da data de publicação em Diário Oficial do Município.

Jornal Midiamax