Política

‘Não podemos entrar divididos’, diz Carlão sobre chapa única após desistência de João Rocha

Após a desistência do vereador João Rocha (PSDB), atual presidente da Câmara de Campo Grande, de concorrer a reeleição, o Legislativo Municipal busca reunir uma chapa única na eleição para a presidência, segundo o vereador Carlão (PSB), que disputava o cargo com Rocha. “Estamos trabalhando para a unificação do grupo. O João Rocha desistiu e […]

Fábio Oruê Publicado em 22/12/2020, às 15h02 - Atualizado às 18h07

Vereador Carlão, atual 1º secretário da Câmara Municipal. (Izaías Mederios, CMCG, Arquivo).
Vereador Carlão, atual 1º secretário da Câmara Municipal. (Izaías Mederios, CMCG, Arquivo). - Vereador Carlão, atual 1º secretário da Câmara Municipal. (Izaías Mederios, CMCG, Arquivo).

Após a desistência do vereador João Rocha (PSDB), atual presidente da Câmara de Campo Grande, de concorrer a reeleição, o Legislativo Municipal busca reunir uma chapa única na eleição para a presidência, segundo o vereador Carlão (PSB), que disputava o cargo com Rocha.

“Estamos trabalhando para a unificação do grupo. O João Rocha desistiu e nós estamos juntos, vamos agregar o pessoal do PSDB e Podemos e fazer a união da Câmara; fazer chapa única, não podemos entrar [no mandato] divididos”, disse Carlão.

Apuração do Jornal Midiamaxapontou que 19 vereadores estariam apoiando a candidatura de Carlão. Rocha retirou a candidatura na manhã desta terça-feira (22). Durante fala na última sessão da Câmara Municipal de Campo Grande, o dirigente disse que sempre buscou consenso e que ninguém é candidato de si mesmo.

Sobre a desistência de Rocha, o vereador se disse ficou contende com a decisão. “Eu já tinha ajudado ele três vezes e duas vezes abri mão [da candidatura] para apoiar ele, nunca quis disputar com ele; fui parceiro dele e agora ele demonstrou pensar também no grupo”, opinou ao Jornal Midiamax.

Em seu posicionamento, durante a sessão nesta manhã, Rocha disse que conversou com os parlamentares que o apoiam, apontando para um caminho de unidade na Casa de Leis.

Jornal Midiamax