Nas eleições de 2020, o município de Três Lagoas, distante 337 km de , tem sete candidatos ao cargo de prefeito. Dentro eles, somente um milionário.

Ângelo Guerreiro é candidato pelo PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e está tentando a reeleição. Seu vice nesta eleição continua sendo Paulo Salomão. Guerreiro também já concorreu ao cargo em 2008. Foi candidato a vereador duas vezes (2004 e 2008), sendo eleito na última vez. Além disso, em 2006, 2010 e 2014 concorreu para deputado estadual.

O candidato tem R$ 548.693,58 em bens avaliados, entre eles, 47 cabeças de boi (R$ 96,7 mil), um rancho (R$ 157.874,65), uma fazenda (R$ 244 mil), duas carretas (R$ 5,7 mil), um Fusca 1970 e um Corcel 1975 (R$ 7,5 mil).

Divino Lajes é candidato pelo Avante e tem como vice o Professor Maciel. Desde 2004 concorre a vereador (desde 2008 como suplente) e pela primeira vez a prefeito. O candidato é empresário e tem uma fábrica de lajes.

Divino tem R$ 1.338.000 declarados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sendo que uma casa de R$ 300 mil corresponde maior montante. Além disso, ele tem um galpão, onde funciona a fábrica, avaliado em R$ 200 mil, dois terrenos (R$ 680 mil) e três veículos (carro de passeio, caminhão e empilhadeira), no valor de R$ 198 mil.

Fabrício Venturoli é candidato pelo e está na sua primeira eleição para prefeito – em 2016 concorreu para vice –prefeito. Além disso, concorreu duas vezes para (2014 e 2018) como suplente. Wilma Lara é sua vice.

Venturoli declarou R$ 876.280,77 em bens, dentre eles, três terrenos (R$ 151.975,17), uma casa de R$ 634.305,60 e um veículo avaliando em R$ 60 mil.

Kaelly Saraiva é candidata pelo (Partido Socialismo e Liberdade) e tem como vice Dr. Vanderlei. Ela é enfermeira e concorre para um cargo político. Kaelly não declarou bens para o TSE.

Renée Venâncio é candidato pelo PL (Partido Liberal) e disputa pela primeira vez o cargo de prefeito. Já tentou como suplente ao cargo de vereador, em 2012, e em 2016 foi eleito por coeficiente partidário também para vereador. Concorreu para suplente de deputado federal em 2018 e é acompanhado por Aguinaldo Garcia como vice-prefeito neste ano.

Tem R$ 100 mil declarados no TSE, sendo uma casa de R$ 80 mil e uma caminhonete de R$ 20 mil.

Sebastião Neto é candidato pelo Solidariedade e tem como vice Jhônatas Gabriel. Neto é jornalista e desde 2008 vem concorrendo como suplente para vereador, sendo sua primeira vez à prefeitura.

Sebastião declarou 50% de uma casa, no valor de R$ 300 mil, e 50% de uma empresa jornalística (R$ 80 mil), totalizando R$ 380 mil.

Tenente-coronel Ênio é candidato pelo PSL (Partido Social Liberal) e tem como vice Mariana Amaral. Ênio de Souza concorre pela primeira vez a um cargo político, tendo uma ocupação na Polícia Militar.

Seu patrimônio, segundo dados do TSE, é de R$ 180 mil, sendo duas casas – uma de R$ 100 mil e uma de R$ 80 mil.

Todos os candidatos citados têm o limite legal de gastos em R$ 834.159,70.

Propostas de campanha:

Ângelo Guerreiro

Divino Lajes

Fabrício Venturoli

Kaelly Saraiva

Renée Venâncio

Sebastião Neto

Tenente-coronel Ênio 

Saiba Mais