Política

Deputado nega que pode deixar Alems para assumir secretaria de Reinaldo

O deputado estadual Barbosinha (DEM) negou que pode deixar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, para assumir cargo no governo de Reinaldo Azambuja (PSDB). Nesta semana, circularam rumores de que o parlamentar poderia assumir a vaga de titular da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura), atualmente ocupada pelo vice-governador, Murilo Zauith (DEM). Barbosinha já fez […]

Mayara Bueno Publicado em 18/12/2020, às 11h30 - Atualizado às 11h46

Barbosinha, em evento com a participação do vice-governador Murilo Zauith. (Foto: Marcos Morandi)
Barbosinha, em evento com a participação do vice-governador Murilo Zauith. (Foto: Marcos Morandi) - Barbosinha, em evento com a participação do vice-governador Murilo Zauith. (Foto: Marcos Morandi)

O deputado estadual Barbosinha (DEM) negou que pode deixar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, para assumir cargo no governo de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Nesta semana, circularam rumores de que o parlamentar poderia assumir a vaga de titular da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura), atualmente ocupada pelo vice-governador, Murilo Zauith (DEM).

Barbosinha já fez parte do Governo do Estado como secretário da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), em 2016, permanecendo no cargo durante 1 ano e 8 meses.

“Não tive nenhuma conversa nesse sentido. Nenhuma. Não conversei nada a respeito. Não procede. Continuo na Assembleia”, afirmou Barbosinha ao Jornal Midiamax.

Em seu lugar, caso de fato deixasse o mandato na Assembleia Legislativa, ficaria Dione Hashioka, que se tornou suplente pela votação na eleição de 2018.

Ela também afirma que não há tratativa nesse sentido, dizendo que não procede informações a respeito disso.

Jornal Midiamax