Política

Bernal recorre ao TRE-MS para reverter anulação de votos recebidos nas eleições 2018

Ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal disputou o pleito há dois anos, de olho em vaga na Câmara dos Deputados, e recebeu 46.734 votos.

Jones Mário Publicado em 17/11/2020, às 18h46

Alcides Bernal, ex-prefeito de Campo Grande (Foto: Arquivo)
Alcides Bernal, ex-prefeito de Campo Grande (Foto: Arquivo) - Alcides Bernal, ex-prefeito de Campo Grande (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) recorreu ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) para reverter a anulação dos votos recebidos nas eleições de 2018, quando disputou vaga na Câmara dos Deputados. O tribunal, porém, indeferiu o pedido e extinguiu o processo.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) barrou o registro de candidatura de Bernal naquele pleito, com base na cassação de seu mandato pela Câmara de Vereadores, em 2014.

Na ação, com pedido de tutela antecipada, Alcides Bernal narra que os votos obtidos em 2018 “lhe permitiriam figurar na primeira colocação na relação de suplentes da coligação pela qual concorreu”. O progressista recebeu 46.734 votos naquela eleição.

Mas, o juiz do TRE-MS Djailson de Souza rejeitou o pedido e extinguiu a ação. Segundo ele, só TSE pode revogar a anulação dos votos, pois foi o tribunal superior que indeferiu a candidatura.

A decisão consta na edição de hoje (17) do Diário Oficial do TRE-MS.

Jornal Midiamax