Política

Após Marçal, Barbosinha contabiliza apoio de mais uma pré-candidatura desistente

Com a desistência da disputa pela prefeitura de Dourados pelo deputado Marçal Filho (PSDB), o também deputado estadual Barbosinha, pré-candidato pelo DEM, pode ter o apoio do MDB nas eleições deste ano. Conversas de bastidores indicam que o deputado estadual Renato Câmara (MDB) pode ter desistido de concorrer a eleição e com isso, o emedebista […]

Renata Volpe Publicado em 02/09/2020, às 11h26 - Atualizado às 15h04

Deputado Barbosinha (DEM) é pré-candidato a prefeito em Dourados. (Luciana Nassar, Alems)
Deputado Barbosinha (DEM) é pré-candidato a prefeito em Dourados. (Luciana Nassar, Alems) - Deputado Barbosinha (DEM) é pré-candidato a prefeito em Dourados. (Luciana Nassar, Alems)

Com a desistência da disputa pela prefeitura de Dourados pelo deputado Marçal Filho (PSDB), o também deputado estadual Barbosinha, pré-candidato pelo DEM, pode ter o apoio do MDB nas eleições deste ano.

Conversas de bastidores indicam que o deputado estadual Renato Câmara (MDB) pode ter desistido de concorrer a eleição e com isso, o emedebista vai apoiar a candidatura do colega de plenário. A reportagem do Jornal Midiamax ligou várias vezes para Câmara, mas as ligações não foram atendidas. 

Se isso for concretizado, Barbosinha pode ser o candidato com apoio dos maiores partidos da região, como o PSDB, MDB e PTB.

Há ainda a possibilidade da atual prefeita Délia Razuk não concorrer à reeleição e o PTB acabar apoiando o parlamentar.

Segundo Barbosinha informou ao Jornal Midiamax, o DEM ainda está na fase de construção de aliança com o MDB. “Estamos conversando com o partido, mas nada foi definido ainda”.

Em contrapartida, a aliança com o PSDB já está bastante adiantada. “Estamos terminando de dialogar com o partido e as conversas já estão adiantadas. Até a convenção, todo cenário estará concluído”.

Ainda conforme o pré-candidato, até então não há nenhuma conversa de aliança com o PTB. “Nada construído”, disse.

Sobre indicação de candidato a vice-prefeito, Barbosinha alegou que não há definição de nomes. “Assunto que vamos deixar para resolver na próxima semana”. 

A convenção partidária do DEM em Dourados foi marcada para o próximo dia 12, com transmissão pela internet. 

Desistência

Em junho, Marçal Filho anunciou não ser candidato do PSDB para disputa da prefeitura. Alegou não ser o momento de pensar em eleição devido à pandemia do novo coronavírus. 

Com a desistência dele, o nome do secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, ganhou mais força. Porém, ele também não será candidato por ter firmado compromisso de ficar no cargo de secretário até o fim do mandato.

Jornal Midiamax