Política

Ao encerrar ano, presidente da Câmara destaca ‘olhar humanitário’ sobre pandemia

Se despedindo do ano legislativo e também da função de presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, o vereador João Rocha (PSDB) destacou nesta terça-feira (22) o trabalho do Legislativo frente à pandemia de coronavírus. “Não politizamos a pandemia, que foi cuidada de forma humanitária e responsável”. Afirmou que os votos recebidos pelos vereadores foram […]

Mayara Bueno Publicado em 22/12/2020, às 12h49 - Atualizado às 13h25

Presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), durante sessão desta terça-feira. (Foto: Reprodução/Facebook).
Presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), durante sessão desta terça-feira. (Foto: Reprodução/Facebook). - Presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), durante sessão desta terça-feira. (Foto: Reprodução/Facebook).

Se despedindo do ano legislativo e também da função de presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, o vereador João Rocha (PSDB) destacou nesta terça-feira (22) o trabalho do Legislativo frente à pandemia de coronavírus.

“Não politizamos a pandemia, que foi cuidada de forma humanitária e responsável”. Afirmou que os votos recebidos pelos vereadores foram honrados com ‘trabalho, dedicação e afinco’.

Durante o discurso, o presidente anunciou que deixaria a disputa para reeleição no cargo – o maior do Legislativo. Até então, haveria disputa com Carlão (PSB), que já teria apoio de 19 vereadores para assumir a presidência.

João Rocha, que foi reeleito para mais quatro anos, lembrou a busca por consenso e unidade, pada justificar a decisão. “Conseguimos fazer o nosso melhor. Que a pandemia seja dissipada, que a vacina venha e seja efetiva”, encerrou o discurso.

Jornal Midiamax