Política

Rose Modesto diz que decreto de Bolsonaro que suspende radares nas rodovias é positivo

A deputada federal Rose Modesto (PSDB/MS) acha positivo o decreto do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), que suspende os radares das rodovias federais. A medida saiu no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (15). Para a parlamentar, a preocupação com trânsito é maior e a solução não é controlador de velocidade. ‘Nós precisamos investir […]

Mayara Bueno Publicado em 15/08/2019, às 09h36 - Atualizado em 16/08/2019, às 08h02

Rose Modesto, deputada federal pelo PSDB. (Divulgação, Arquivo).
Rose Modesto, deputada federal pelo PSDB. (Divulgação, Arquivo). - Rose Modesto, deputada federal pelo PSDB. (Divulgação, Arquivo).

A deputada federal Rose Modesto (PSDB/MS) acha positivo o decreto do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), que suspende os radares das rodovias federais. A medida saiu no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (15).

Para a parlamentar, a preocupação com trânsito é maior e a solução não é controlador de velocidade. ‘Nós precisamos investir em educação, ensinar nas escolas desde a infância, que respeitar as leis de trânsito significa vida’.

Neste sentido, os radares não resolvem o problema de acidentes que resultam em morte nas rodovias. ‘Acho positiva [a medida]. Mas insisto, sem educação não tenho esperança de ver um trânsito seguro’. Ela afirma que, muitas vezes, os motoristas reduzem a velocidade somente no radar e, em seguida, aceleram de novo.

No texto divulgado nesta quinta-feira, Bolsonaro determina ao Ministério da Justiça e Segurança Pública que suspenda o uso de radares fixos, móveis e portáteis até que o Ministério da Infraestrutura “conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.

Jornal Midiamax