Política

Reinaldo diz que PSDB ainda namora o DEM, mas quer evoluir para ‘casamento’

Cortejada pelos mandatários do PSDB e do MDB, o DEM, que ganhou espaço e importância com aumento de sua bancada na Câmara dos Deputados, é cobiçado para compor chapa nas eleições de 2018. Nesta terça-feira (5) o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) confirmou interesse dos democratas. “Existe namoro do PSDB com DEM, mas é preciso noivado […]

Ludyney Moura Publicado em 05/06/2018, às 11h29 - Atualizado às 19h18

None

Cortejada pelos mandatários do PSDB e do MDB, o DEM, que ganhou espaço e importância com aumento de sua bancada na Câmara dos Deputados, é cobiçado para compor chapa nas eleições de 2018. Nesta terça-feira (5) o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) confirmou interesse dos democratas.

“Existe namoro do PSDB com DEM, mas é preciso noivado e casamento”, disse Azambuja, em tom jocoso, durante agenda pública na manhã de hoje na Assembleia Legislativa.

Não há consenso no diretório regional do DEM sobre os rumos do partido em Mato Grosso do Sul. Há quem defenda candidatura própria, outros a aliança com a reeleição do próprio Azambuja e ainda o grupo que sonha com retomada da aliança com o MDB, do ex-governador André Puccinelli, pré-candidato ao governo.

É justamente no legislativo estadual onde estão os dois principais apoiadores do apoio democrata à aliança com Reinaldo, os deputados Barbosinha e Zé Teixeira.

Estratégia

Questionado sobre possíveis alianças com vistas ao pleito de outubro, o governador limitou-se a dizer quer que ‘vários’ partidos já confirmaram apoio à chapa do PSDB. Todavia, por uma questão de estratégia, esses ‘potenciais’ aliados serão mantidos em sigilo.

Segundo Azambuja, os tucanos temem que os aliados possam ser assediados por adversários, e vão manter a estratégia do sigilo até que os prazos estabelecidos pela legislação eleitoral para coligações sejam cumpridos.

Jornal Midiamax